Total Pageviews

Monday, January 16, 2017

Os "eixos temáticos" de 2017

Ainda não finalizei as minhas resoluções de Ano Novo, no sentido de coisas concretas que necessito (ou quero) alcançar. 
Isso porque primeiro, me foquei em entender alguns comportamentos que preciso fazer diferente, e alguns dos quais já estão em andamento. Desde o ano passado que iniciei essa maneira mais profunda de mensurar minhas mudanças e realizações, porque entrei nessa pegada de que preciso me resolver comigo. Do contrário, vou sempre ficar com listas superficiais que não refletem exatamente aquilo que preciso cumprir. 
Então como são 12 meses, eu encontrei 12 questões nas quais pretendo me aprofundar, primeiro listei aleatoriamente, e agora estão em ordem que necessito priorizar. São palavras guias, são tópicos, talvez não seja exatamente compreensível para vocês, mas não queria desenrolar um grande textão nesse post, então segue a listinha do jeito que fiz e entendi, mas podemos sempre ir conversando pelos comentários, já que hoje em dia são tão pouquinhos :)

1 - ATERRAMENTO no real, evitando os voos (e mergulhos)
2 - RESPEITO à intuição e sinalizações do corpo
3 - ORGANIZAÇÃO para ter tranquilidade e paz
4 - TREINAMENTO para um corpo tão ágil quanto a mente
5 - CUIDADO com interferências e orbitações das pessoas ao meu redor
6 - PARCIMÔNIA financeira, frugalidade no cotidiano
7 - AMOR como incentivo e combustível (por mim e pelos demais)
8 - DISCIPLINA para manifestar amor em cada projeto
9 - PRIORIDADE a sair da estagnação profissional e intelectual
10 - CONSISTÊNCIA para estabilizar grandes mudanças
11 - PACIÊNCIA para não perder a motivação (e identificá-la)
12 - HUMILDADE ao planejar metas factíveis

No geral, o que tenho aprendido é que não adianta muito mirabolar e quantificar metas, mas sim, estabelecer parâmetros justos de expectativa (e posterior julgamento). Como sou uma pessoa que sonha muito, acabo me perdendo na hora de executar as coisas, então essa questão do aterrar e me estabelecer no real é muito difícil, mas vital. Não vai ser fácil, mas acredito que é o caminho, coisa que estamos eu e A Analista identificando há algum tempo, com outras analogias que não compartilho aqui pelo alto grau de intimidade. Mas é fundamentalmente sobre ir aos pouquinhos, para não deixar de ir. 

1 comment:

Nanda Silva said...

Achei bem interessante a forma como traçou as metas, certamente uma depende da outra para a satisfação. Me encanta a forma como escreve! Obrigada por suas visitas e comentários, me fazem muito bem :) beijo lindona

Blog Archive