Total Pageviews

Wednesday, August 24, 2016

O final dos #10diasbichoeplanta

Para ter uma variedade de frutas sem ter que comprar uma de cada, essas frutas cortadinhas (não é salada de frutas, banhada em suco, é apenas frutinhas picadas) salvam!
Algumas pessoas queridas cobraram, pois estavam curtindo acompanhar as postagens mais práticas a respeito do desafio. Eu fiquei muito enrolada nos dias finais do desafio, que foram também meus últimos dias antes das férias (estou escrevendo essa postagem diretamente dazoropa, onde já me encontro há 8 dias).
Assim, farei um apanhado geral e postarei algumas dicas finais.

PERCEPÇÕES:

Eu acho que comer bicho e planta é muito saudável e importante, porém, para quem não está habituado a comer menos carboidratos, pode acabar perdendo um pouco a mão nisso. Não regulei quantidades, pois sou da opinião que só podemos lidar com uma variável na equação de cada vez, então, acabei os 10 dias no mesmo peso. A disposição no entanto era notável. Isso e minha disciplina para não sair do desafio. Saí um pouco, mas foram provavelmente os 10 dias mais sem furos de toda a vida. E sempre coisas como uma fatia de queijo, um pedacinho de chocolate amargo, etc. Desinchando ao tirar os alimentos inflamatórios da rotina, terminei com 2cm a menos de cintura! Importante para quem estava a caminho das férias.

Na volta, pretendo apenas comer lowcarb, sem necessariamente me restringir à lista do bichoeplanta, mas talvez restringindo um pouco mais os queijos e chocolates. No entanto muitas vezes vi que eles teriam me ajudado a segurar melhor as quantidades - o risco é que quem não está habituado a comer "limpo", acaba deturpando o objetivo da estratégia, comendo muito mais do que o saudável destes itens.

Executei deliciosas receitas, mas para recordá-las teria que recorrer aos arquivos de instagram e prefiro postar coisas diferentes, mais recentes, que refletem o mood do dia.
Fica como dica, aos catarinenses que moram no norte do Estado, que estive em Campo Alegre a trabalho e no caminho vi alguns outdoors anunciando "hamburguer de cordeiro". Confesso que aprecio muito o sabor e fiquei encafifada. Me enchi de cara de pau e pedi ao chefe que entrasse na cidade para comprarmos.
Fui no tal do mercado do Marquinhos (ele tem fanpage no facebook) e não me arrependi: além dos hambúrgueres que eu queria, encontrei outros cortes, a certeza de uma procedência incrível (bichinhos abatidos na véspera), bacon defumado na própria fumaça e não feito de forma química... Além dos queijos de ovelha, que não adquiri por estar em bicho e planta.

Aí, os hambúrgueres de cordeiro, que fiz com uma raita de pepinos deliciosa (já consta receita aqui no blogue)
Acredito que a boa dieta é aquela que você faz. Mas algumas são mais fáceis de implementar na vida real, e acho que bichos e plantas (ou carnes, vegetais e frutas), são as mais abundantes variedades nos buffets Brasil afora.



3 comments:

Nanda Silva said...

saudade das suas postagens !!! acho super interessante este desafio, dá próxima vez vou querer participar!!! Me avise viu, e boas férias !!!!!

PriDelbon said...

EU AMO A VIDA LOW CARB

MAS ERREI AO ZERAR OS CARBS,QUASE MORRI COM HIPOGLICEMIA !

ESTAREI ACOMPANHANDO

BEIJOS

Roney said...

Olá
tudo bem com você?

Estou lendo seu site e adorando!

Achei muito bacana como você consegue abordar vários assuntos - viagens, dia a dia, alimentação, etc - sem perder o fio da meada ;)

E percebi que você menciona alguns sites e blogs de alimentação (e que até mesmo fez os 10 dias bicho e planta), mas que não tem nenhum link para o http://senhortanquinho.com/

Você já viu esse site?

Lá tem um monte de informações valiosas para qualquer um que se interesse em viver de maneira mais saudável e feliz.

Espero que você esteja tendo um excelente dia!

E parabéns pelo bom trabalho, eu realmente adoro o Bossa Beat!

Abraços,
Roney Fernandes

Blog Archive