Total Pageviews

Thursday, February 25, 2016

As lojas maneiras do leste europeu


A síntese do que comprei por lá: roupas, cosméticos baratos e ingredientes não-tão-baratos...

Eu paguei R$4,65 cada euro e por isso, ao invés de me ater num limite de comprar coisas de até 10 euros, rapidamente ajustei a expectativa para 5. Isso valeu para cosméticos, roupas e QUASE valeu para as comidas, onde, confesso, dei umas belas escorregadas.
Não peguei a melhor época, cheia de promoções incríveis nas lojas, aliás nunca viajei para fora nessa facilidade. Mesmo assim, as grandes lojas sempre têm uma sessão que estão com preços rebaixados.
Todo mundo conhece a H&M, Mango, e até já ouvi elogios à Zara fora daqui. Destas, gosto bastante da H&M, mas no leste, salvo se em períodos de saldões, temos três opções melhores:

1 - Orsay. Preço de H&M, mas com uma qualidade e e estilo mais lindos, com muita coisa estilo mais clássico, social para trabalhar, sabe? Muita roupa também romântica, acessórios de pérolas, uma princesa indo trabalhar. Meio Andrey, mas também tem uns cortes baphos, tecidos tecnológicos. 

2 - Terranova e New Yorker. A mesma proposta das fast fashion, só que mais popular, um pouco piorzinhas nos acabamentos e tecidos. Camisetas de malha por 3E, cachecóis por 7E, casacos de até 20E. Tem acessórios, mas não acho grandes vantagens nos preços e não são tão bonitos. A mais barata é a Terranova, mas precisa futricar um pouco mais para ver vantagem - acho uma boa para compras básicas de camisetas, meias, etc.


Comprei principalmente nestas três lojas. Na foto acima vocês podem algumas das coisas que escolhi vestir: uma blusa de seda branca, Orsay, por inacreditáveis 7E (por ser branca, estava com uma pequena mancha de alguma mulher que a experimentou usando maquiagem - saiu na primeira lavada), um tricô escuro mas com linha metalizada por 10E na New Yorker, uma camiseta de malha por 2,99E na TerraNova... Colares em promoção na seção de acessórios da H&M de Amsterdam que havia dentro do aeroporto: 3,99 e 5E, respectivamente.
A Orsay existe que tenho certeza na Slovakia, Budapeste e Viena. As outras duas, só tenho certeza sobre a Slovakia - que é o país com menos dicas do que fazer, onde comprar, o que comprar e por aí vai. Assim, recomendo que quem por ventura estiver nessas bandas entre e explore um pouco - certeza de que vão encontrar muitas pechinchas mesmo fora das promoções. Vale ainda dizer que os preços nas fast fashion e outras lojas universais sempre ficou menor na Slovakia, que é um país menos turístico, mas cheio de coisas interessantes de se visitar e com muito o que fazer.

No comments:

Blog Archive