Total Pageviews

Tuesday, January 12, 2016

Coisas que eu e Gisele temos em comum

Sim, eu e Gisele partilhamos algumas coisas, e infelizmente não é a fortuna nem o closet porque o marido acho melhor meu boy mesmo!
Saiu na internet mais ou menos como funciona a alimentação da família dela, na reportagem que você pode conferir aqui.
Gisele só come carboidratos complexos e de boa densidade nutricional, não tem açúcar ou farinhas refinadas em casa. Prioriza os orgânicos inclusive nas carnes. Não come industrializados ou coisas altamente processadas. Pelas declarações do funcionário, ela também segue a ayurveda, porque não come tomates, berinjelas e cogumelos... e isso é bem a onda deles (que tento seguir, mas não largo de berinjela e tomate de jeito nenhum).
Daí as pessoas chamaram isso de uma dieta cheia de privações, como se ela sei lá, só comesse o broto germinado da alfafa com um toque de balsâmico. E isso em definitivo não é verdade, porque se eu que não sou chef nem pude contratar um, vivo me divertindo ao comer "comida de dieta", ivagina ela que tem o funcionário, o Whole Foods AND uma fazenda própria para seus orgânicos!
E o povo cisma de me ver magrinha e achar que eu fiz dukan ou dieta da proteína. E não foi assim gente. Também não foi atkins.
Faço uma dieta basicamente paleo, mas sem ser xiita (isso significa que como queijos, whey, bebo vinho...), alta em gordura (as chamadas boas gorduras, triglicérides de cadeia média, e a gordura natural dos alimentos, como pele de frango, barriga de porco - sim, o lindo bacon, abacate e gema de ovo) e relativamente baixa em carboidratos. 
"Relativamente baixa" quer dizer que certamente está zigalhões mais baixa do que as pessoas que seguem a dieta da pirâmide alimentar*, mas ainda alta em relação a quem faz Atkins*, Dukan fase de ataque* ou cruzeiro*, ou mesmo a abordagem clássica de lowcarb*. Com isso, queria poder dizer às pessoas que tanto eu como Gisele podemos comer muito bem, não só pensando na saúde, mas também na diversão e no prazer.
Claro, Gisele certamente come melhor, ela tem um chef contratado pra isso e come pato orgânico, enquanto eu lavo meu próprio alface e como bife normalzão mesmo (mas compro tudo orgânico que acho!). E em eu não sendo Gisele, quis demonstrar algumas coisas que rolaram recentemente em minha vida, para mostrar que a vida é bela, colorida, saudável and saborosa aqui em São José sem empregada!
Estou com dificuldade para encontrar uma foto do "antes" para poder falar algumas coisas sobre emagrecimento. Teve uma ou duas pessoas que perguntou sobre isso no blogue, além de uma miríade de pessoas que fala disso quando me vê ao vivo. Quero falar disso sim, mas acho as imagens bem impactantes e vou achar a foto se fuçar bem o facebook dozamigo!
Vou postar mais receitas, prometo.
Marmita que levei para a repartição: salada prensada da Bela Gil, bife acebolado, abacaxi grelhado

No Mercado São Jorge: atum selado com crosta de gergelim, saladinhas de brotos, filé com molho de trufas, camarão gratinado, batatas ao murro

Bife com cenouras e cebolas tostadinhas na frigideira

* No passado já fui muito adepta de algumas abordagens diferenciadas. Em geral quase todas as dietas orientam para que você priorize uma alimentação fresca e limpa, mas foca no controle de calorias (sem muita ênfase na densidade nutricional) e na demonização das gorduras. Abaixo, um exemplo de cardápios que as pessoas seguem conforme suas abordagens (estou pensando numa pessoa realmente comprometida com sua dieta, estilão segunda-feira) e uma aproximação da quantidade de carbos disso.
DIETA DA PIRÂMIDE ALIMENTAR:
 - pão integral com suco de laranja e granola no café da manhã, barrinha de cereal 3h depois, arroz-feijão-macarrão-batata-farofa com mais suco de fruta no almoço, com fruta e sanduíche no lanche da tarde, com mais uma janta de macarrão, com uma fruta na ceia - se a pessoa for comprometida em ser saudável, com isso ela ingeriu uns 200g de carbo dos quais talvez uns 50g sejam fibras no melhor dos casos);
DIETA DUKAN FASE DE ATAQUE:
- café com leite zero gordura, 3h depois um iogurte zero açúcar e zero gordura, no almoço um peito de frango seco com queijo cottage por cima, no lanche um polenguinho zero com um nestea zero, no jantar um peixe grelhado, na ceia uma gelatina zero batida com farelo de aveia (2 colheres de sopa, obrigatórias nessa dieta) e 1 colher de chá de creme de leite zero tudo - aqui deve ter uma média de uns 50g de carboidratos, dos quais no máximo 5g são de fibras, provavelmente o farelo de aveia. Emagrece, mas nutricionalmente é pobre em fibras e rico em ultraprocessados, corantes e conservantes, além de tudo ter um delicioso gosto de serragem;
DIETA DUKAN FASE DE CRUZEIRO:
- café com leite zero gordura, 3h depois 2 claras de ovo e uma gema cozidos, de almoço um bife na grelha com alface, tomate e pepino de salada, de lanche um iogurte zero com os farelos de aveia, de jantar um peixe no vapor com vagens e aspargos, de ceia um nestea zero - deve-se ter uns 70 gramas de carbos, sendo que temos vegetais e com isso aumentamos as fibras para cerca de 10g, sendo muito otimista. Melhorou a densidade nutricional e as fibras, mas mantém vários ultraprocessados e industrializados, além do gosto de serragem;
DIETA ATKINS:
- café com nata, ovos com bacon no café da manhã, se lanchar vai comer cubos de queijo, vai almoçar bife frito na manteiga com parmesão ralado por cima, se lanchar vai ser azeitona ou ovos de codorna, vai jantar frango crocante com a pele, regado em azeite, e jamais necessitará cear com toda essa gordura, porque a gordura é o melhor sacietógeno de todos - nessa fase (chamada indução em Atkins, o período mais extremo e parecido com o ataque de Dukan no rigor, mas não nos alimentos) é bem difícil que o ser ultrapasse os 10g de carboidratos, está ingerindo proteínas de altíssimo valor biológico, mas fibra quase nenhuma. Vários seres ficarão com o psicológico em crise por comer toda essa gordura, o que não é um problema, já que praticamente zerou os carbos e vai emagrecer lindamente, com menos complicações que o dukaniano, mas vai ter pobreza nutricional ainda sem os vegetais e as frutas;
DIETA paleo LCHF  (low carb high fat):
- café com nata, ovos com bacon no café da manhã, se lanchar vai ter abacate com morangos batidos, almoçará bife frito na manteiga com absolutamente todas as folhas e vegetais do buffet, porém não comerá cenouras, beterrabas ou raízes (que têm carboidratos mais altos), se lanchar comerá castanha do pará com café e frutinhas vermelhas, jantará sobrecoxas de frango com pele e tudo, mais um balde de alface, tomate, brócolis e repolhos, e jamais quererá cear porque está se beneficiando imensamente do poder sacietógeno da gordura. Não deve ultrapassar os 35g de carbos, dos quais uns 15g serão fibras oriundas dos vegetais e frutas, e estará completamente abastecido dos micro e macronutrientes, se beneficiando do pouco processamento das coisas que come, da integridade dos alimentos frescos e por aí vai. Dou muitos parabéns a quem consegue;
DIETA paleo (sem contagem de carbos - a minha):
- café com óleo de coco, ovos com bacon no café da manhã, se lanchar vai ter banana com whey e nata, almoça bife frito na manteiga com absolutamente todas as folhas e vegetais do buffet, se tiver purê de mandioca ou mandioquinha comerá também, farofa será ok, se lanchar será chocolate 70% com café, ou morangos com nata, jantará crepioca com queijo e presunto além de todos os vegetais do mundo e terá frutas de sobremesa, uvas, abacaxi, o que quiser - com isso, vou fácil para os 100g de carbos totais do dia, subtraindo-se cerca de 25-30g que são as fibras, e jamais entrei ou entrarei em cetose com isso. Como muito menos do que comi no passado, mas ainda muito mais do que seria recomendado na abordagem acima, e por isso emagreci vagarosamente. Mas consigo me manter numa faixa segura encontrando várias alternativas para o Oreo. Assim, tem mais sucesso para quem vive nessa montanha-russa psicológica de querer muitas coisas que em teoria o corpo não precisa mas a mente ama.

No comments:

Blog Archive