Total Pageviews

Tuesday, August 18, 2015

Projeto 90/10 e os dias que restam

Apesar das minhas boas intenções no final de semana...Quando você resolve adotar alguma restrição, vai rapidamente perceber que opção é uma ilusão. Temos poucas, bem poucas opções mesmo, se você quiser sair da comida industrializada, se quiser evitar o glutamato monossódico, se quiser saber o que significa cada ingrediente contido no rótulo, se quiser deixar o açúcar para lá. 
Então eu consegui fazer opções razoavelmente funcionais e livres destas coisas, mas ainda assim, fora do previsto. E em alguns momentos, não consegui encontrar opção nenhuma:

SEXTA

jejum intermitente até 15h, quebrado com o lanche do avião (joguei fora o pão e comi os frios) mais umas lascas de coco seco;
lanche às 19h de azeitonas e pedacinhos de ovos cozidos
jantar que durou muitas horas (festa) com churrasco, salada, maionese de batatas, purê de mandioca - além de espumante e vinho tinto
cerca de 5h da manhã, um "lanche" de mais um repeteco da comida do jantar, uma bola de sorvete
cerca de 9h30 da manhã, café puro com pão de queijo (nessa noite não dormi, pois era festa)

SÁBADO

jejum intermitente até 15h15, quebrado com... um SUBWAY de peito de peru (#fail - fui comer na praça de alimentação do Angeloni e não tinha nenhum outro quiosque aberto). Dei uma de safada e comi um cookie, ainda;
jantar por volta das 22h de risotto de cordeiro e vinho tinto

DOMINGO

sem jejum, comi às 8h da manhã uma fatia de torta de frango com palmito, mais uma fatia de torta de nozes, aveia e mel e um café preto
almocei 18h um macarrão sem glúten com molho de tomate, tomei vinho tinto
por volta das 22h comi uns tequinhos de queijo pecorino para tapear a fominha

SEGUNDA

jejum intermitente até 15h, aconteceu devido à correria do dia, somente café com óleo de coco e água morna com limão e vinagre
almocei linguado grelhado, legumes (couve-flor, brócolis, cenoura e palmito) amanteigados, um pouquinho de purê de batatas
pulei o jantar e fiz jejum até agora, tomando somente água com limão e vinagre, pois estava com uma certa acidez no esôfago

E as percepções:

quanto a sexta-feira, foi bem difícil ver aquele guaraná geladinho no voo, e foi muito bom eu ter levado meu lanchinho (coco em lascas), porque no segundo voo, foi o que me segurou no psicológico - enquanto todo mundo comia um biscoito, eu comia um coquinho orgânico saudável e delicioso, e não me sentia excluída do momento "lanche". Já na festa, vi que enquanto não estava muito bêbada, era fácil me recordar do que queria evitar, mas quando chegou o sorvete, eu já estava mais para lá do que para cá e tomei sem nem pestanejar (lembro vagamente de pensar "ah, pelo menos não tem glúten"). Mas vi que rolaram biscoitos e recusei, o pão de queijo eu não comi compulsivamente como comeria meses atrás.
No sábado, comi o Subway com bastante alegria, pois lembro que gostava do lanche. Daí não sei se dei azar ou se evoluí mesmo, achei que meu lanche estava sem graça. Me deliciei com o risotto, mas comi ele todo, e passei a noite toda sem conseguir descansar direito, tendo um piriri fulminante na madrugada e só assim pude dormir. Penso que a quantidade atrapalhou.
No domingo, ainda estava meio desarranjada e ter comido aquelas tortas foi algo que certamente não contribuiu, porém, eu estava numa padaria que gosto deveras e comendo dois dos meus pratos prediletos lá. Curiosamente, não consegui terminar a torta doce, e concluí que estava doce demais. E no passado, eu tomava tudo com café com leite e suco de laranja pequeno, como podia isso caber no meu estômago?!
Sobre ontem, a correria foi importante para eu não ficar pensando muito em comida, e tive a sorte de comer num local muito gostoso e bem-feitinho. Como eu ainda não tinha testado isso do jejum intermitente pulando o jantar, encarei como uma experiência a se fazer.
Foi bem curioso, porque em alguns momentos me vinha na ideia que eu queria comer, e tive que evitar olhar o instagram, e outros blogues culinários que vivo lendo. Se eu visse comida, queria. Tive receio de não dormir legal, mas dormi feito uma pedra e hoje de manhã acordei normalmente, sem mais fome que o habitual. 
O peso diminuiu de forma dramática, embora eu não tenha notado outros sintomas, medidas, etc. Não senti aquela eletricidade, clareza de raciocínio, nem senti moleza ou mal-estar. Está sendo um dia normal, apesar de que agora, escrevendo o post, estou ficando com vontade de comer novamente. Em cerca de 1h irei almoçar uma comida bem gostosa num restaurante aqui perto, com abundância de saladas e também bastante churrasco, umas carnes bem gostosas. 
A pequena meta de hoje até amanhã é manter o foco para a consulta que será às 19h, comer direitinho com bastante nutrientes mas dentro dos permitidos, quanto ao jejum talvez eu não mantenha pela noite de hoje porque terei companhia. Vamos ver.
O bom de ter um objetivo tão específico e definido foi que com isso eu trabalhei com bastante afinco para desviar dos alimentos proibidos, e os resultados apareceram rapidamente.
Amanhã: o cardápio e o parecer da nutricionista!

No comments:

Blog Archive