Total Pageviews

Monday, July 27, 2015

Não estou falando com ela!

Dia 22/05, sexta-feira, vou para o Campeche celebrar o aniversário de um amigo meu. Coisa simples, comer um sushi e jogar conversa fora. Sábado é aniversário do boy, e eu tenho planos de preparar um bolo, da gente passear, fazer um picnic, todas essas coisas.
Vamos encurtar o assunto do jantar tranquilo para o seguinte resumo: depois de 3 Corujas Extra Viva, dividi 2 garrafas de vinho cazamiga e cheguei em casa por volta de 5h da manhã.
E quando começou a amanhecer, eu comecei a expurgar o porre. Vomitei tantas vezes que por algumas horas eu dormi no chão geladinho do banheiro (sdds tempos da UFSC). Não conseguia suportar a ideia de tomar um comprimido para a dor de cabeça que me demolia, porque sabia que o gole de água necessário não seria suportado pelo meu estômago ressentido.
Quando foi 13h ele me ligou, certamente estranhando meu sumiço, e passou lá em casa. Tentei mentir que estava com virose (hahaha), mas provavelmente estava óbvio que o que eu tinha mesmo era rebordosa.
E ele de vingança, me fez:
-ir no samba do Noel;
- ir no centro na feira de antiguidades;
- ir no shopping procurar um tênis;
- ir no Mercado São Jorge comer um waffle;
- ir para OUTRO shopping procurar o tênis;
- ir no quebra-gelo jogar fliperama, sinuca, e beber cerveja (argh - só ele, claro);
- ir numa pizzaria comer...

E ir pra casa, por favor! Quando o dia terminou, eu dizia que não entendia como que umas berejinha tão de leves podia ter me levado pra sarjeta desse tanto, daí foi onde que ele me contou que essa Coruja Extra Viva é realmente coisa de satanás. Então, como todo mundo que vomita loucamente, deixei a cerveja bem de lado, e na paleo ainda, não pode.
Daí ontem fui num bar onde não havia vinho e eu bebi cerveja. Se eu bebi 650ml foi muito, creio até que foi menos.
Não é que acordei com uma cefaleia imensa, enjoada, e até agora não parou nada no estômago? (não estou comendo, para não piorar).
Eu e a cerveja: não estamos nos falando!

No comments:

Blog Archive