Total Pageviews

Wednesday, May 06, 2015

Mais um episódio que evidencia que não levo jeito pra coisa

Estou cuidando do cãozinho umas semanas. Apesar dele ser lindo, fofo, carinhoso e não incomodar quase nada, confesso que me incomodou ter que ficar sempre pensando nele, se já passeou, se não está há horas demais sozinho, etc.
Mas aí hoje de manhã veio a prova cabal de que cuidar de outro ser dependente de mim é algo acima de minhas possibilidades: tendo comido rápido demais os biscoitos que lhe dei ontem, hoje pela manhã escutei o nítido som de alguém gorfando - e esse alguém era o cãozinho. Abri a porta do quarto, e ele saiu correndo para beber água, enquanto eu... VOLTEI A DORMIR!
Sim, durante mais uma hora após o episódio, eu dormi, e quando acordei, fui fazer outras coisas. Só muito depois foi que fui olhar o estrago e limpar. Tive dó dele, que adoeceu, mas ainda mais dó de mim mesma, limpando o vômito de outra pessoa e pensando o que fiz para merecer isso.
Admiro todas as enfermeiras, mães e demais pessoas que cuidam dos outros com tanto carinho. Mas eu não sou uma delas, e definitivamente, se eu durmo com isso e limpo o vômito com tamanha auto-comiseração, não tem mesmo a menor chance de minhas blusinhas ficarem fedendo gorfo de filho meu no futuro.
Melhor as idealizações de meus filhinhos correndo nus pela praia continuarem no plano das ideias.

1 comment:

uaifai said...

Eu gosto de animais de estimação, e da mesma forma que você, eu meio que torço o nariz na hora de limpar a sujeira de modo geral. Também já me peguei pensando que não teria paciência com filhos quando assisto alguns episódios. Mas é aí que vem a magia do negócio. Dizem que o amor é tamanho, superamos a dor do parto, o desconforto da gravidez, as noites mal dormidas nos primeiros meses do bebe, que cuidamos com o maior carinho. Porque filho é isso: É zelo, cuidado e paciência até nos momentos mais desagradáveis.
Só vamos saber quando chegar a nossa vez! Se é que vai chegar! =)

Blog Archive