Total Pageviews

Thursday, September 25, 2014

Supermercado Frugal: a primeira quinzena

Quando resolvi ser mais frugal no mercado não tinha muita certeza da periodicidade nem como lidar muito bem com as postagens. Mas de qualquer forma, hoje notei que fazem quinze dias que me propus a fazer compras frugais e resolvi fazer uma análise do ocorrido.
Naquele dia em que me decidi, passei boa parte do meu tempo pesquisando os preços dos itens que precisava comprar referentes a material de limpeza e outros, e ali descobri que o supermercado mais perto de minha casa, Bistek Avenida das Torres, é o que tem preços melhor em tudo menos no papel higiênico, que no dia havia uma promoção do Angeloni. Fui lá e comprei os itens essenciais porém ainda restavam comprar outros. Foi aí que o final de semana chegou e aconteceu a minha degringolação: o Imperatriz de Jurerê Internacional. Sempre que quero alguma coisa especial passo por lá pois tem uma seleção consistente de itens. Com fome e vontade de sushi, dirijo até ali onde o sushiman me prepara ao vivo temakis que devoro com copos de mate vendidos na área de padaria. Passo ainda na gôndola dos doces e seleciono sempre um sabor diferente de Lindt, virou mania comprar essas barras. 
Suspiros.
O que há de frugal em temakis, barra de chocolate Lindt? Nada.
Gastei bem mais do que o inicialmente planejado porque era final de semana e eu não queria gastar neurônios pensando em fazer comida nem economia, e lá está o resultado.
Depois dessa derrapada de uma curva bem fechada, a outra semana reiniciou de forma adequada: busquei (e consegui) manter dentro do budget estabelecido para a semana fazer minhas compras e refeições. Sei que parece imbecil de minha parte, mas eu realmente não parava e refletia no seguinte: Thais, tendo uma viagem nesta semana, não faz sentido comprar estes morangos, a não ser que você os coma hoje (eu sempre compro morangos para comer não sei bem quando). E assim eu tinha em poucos dias morangos mofados que comia correndo antes que mofassem totalmente e nem comia lá com muito gosto. Então essa atitude de refletir mesmo que brevemente sobre o que eu queria fazer naquela semana (e o que comeria, derivado disso) foi muito importante. Retomei os cardápios semanais, para direcionar o consumo e as compras. Tem dado certo, e só faço coisas rapidinhas (li que uma comentarista querida quer ideias e fiquei contentíssima, estou batendo novamente fotos dos inventos para postar).
Para fechar, mencionei au passant que li um livro sobre os desperdícios que cometemos nas compras de supermercado e me senti muito identificada com o assunto, pois jogo muitas coisas fora. Então estou mais comedida naquilo que trago e tentando evoluir em não deixar nada ir ao lixo, mas nesta semana ainda alguns itens se foram. Fiquei feliz no entanto de ter percebido minhas queridas bananas a tempo de congelá-las, já picadinhas, de ter utilizado uma manga de tempos imemoriais e ter comido alfaces numa operação-salvamento (alface é uma das campeãs de ir pro lixo: compro pois acho que deveria comer, mas na prática não como). Estes conhecimentos foram fundamentais para a implementação do meu supermercado frugal, o qual segue firme. 
Por fim, e para aprender um pouco com os próprios erros, farei aquilo que viciados em compras fazem ao evitarem os shoppings e estarei evitando o Imperatriz de Jurerê. Oremos.

2 comments:

Nay said...

Não só gosto das partes sobre comida do blog (tanto quanto as outras partes também, ok) como aprendi aqui que dava pra comer pepino quente. Inclusive semana passada num macarrão que deveria ser mega rápido, lembrei da possibilidade e adicionei o pepino em rodelas finas a linguicinha picada. Gosto muito de descobrir coisas que não havia cogitado antes hehe.

Beijos.

Bah said...

Não como alface... prefiro tomar água a ter que comer alface... ô treco ruim...

K!

Blog Archive