Total Pageviews

Monday, August 04, 2014

O frenesi de jogar fora

Daí que agora que estou novamente com rotina, decidi que preciso colocar muitas coisas em ordem. E entrei num frenesi de abrir espaço na cabeça e na casa e porque não na vida para as coisas ficarem mais arejadas. E tudo bem, iniciei por jogar fora uns objetos que considerava feios, e ando louca para devassar meu guarda-roupas. Pela terceira vez neste ano. Não bastando isso, joguei fora muitos e muitos papeis e objetos inúteis, e tenho um especial interesse e antegozo de poder fazer isso hoje à noite na despensa da cozinha.
Mas ainda foi pouco, e sexta-feira na repartição eu comecei a limpar minha caixa de e-mails pois havia estourado ainda em junho, e dali parti para meu e-mail pessoal. O gmail que tenho desde 2006 e guarda tanta quinquilharia. Estava incomodada com o flood de mensagens que o sindicato estava fazendo meu e-mail ter. Aí nisso, tendo tido um probleminha pessoal hoje, digitei o nome de uma pessoa. Morta para mim há tantos anos. E deletei todos os e-mails que já troquei nessa vida com a figura, me senti especialmente leve, fui lá e fiz o mesmo com o próximo da sequencia. Já no segundo, fiquei meio assim, pois além dos nossos e-mails pessoais, outros laços nos uniam e por isso estive em dúvida. Mas na sanha de limpar a caixa, deletei todos. E aí meu bem, eu que estava selecionando apenas os não-lidos (aqueles milhares que o gmail convenientemente esconde da sua caixa de entrada e põe em social), e passei a selecionar 'todos'. Deletei, deletei, deletei. Tem mais de 2mil não lidos ainda. E muitos outros milhares lidos. E vai tudo pro lixo!
Estou voando :)

1 comment:

Bah said...

Agora consigo entender pq vc tb tá fazendo a arrumação rss... é isso mesmo, jogar tudo fora que não é útil.

K!

Blog Archive