Total Pageviews

Wednesday, August 06, 2014

A paz

Ontem disse meias-verdades (poucas e boas) a um homem para dizer o mínimo inconveniente. Não me conhecendo ao vivo mas interessado por minhas fotos de facebook, passou a me abordar (virtualmente) de forma sistemática, forçando aproximações que definitivamente não me interessavam. Cansada dessa lenga-lenga, bloqueei no facebook e tive que ler ontem uma mensagem perguntando se ele 'havia me bloqueado'.
Me pus a matutar.
Pensei em todas as vezes que não respondi os e-mails de minha Tia ou que deixei minha mãe no vácuo na internet porque estava ocupada com outra coisa, em todas as minhas amigas queridas com quem não saí nem me comuniquei recentemente, em meus amigos que deixei de ver quando a agenda lotou. E refleti que apesar de tudo isso, quando voltei encontrei portas abertas e compreensão com o fato de que hoje em dia ninguém parece ter muito tempo, e nenhuma cobrança. 
Daí me vem um chato virtual perguntar se era isso mesmo. Se eu havia bloqueado ele mesmo, se eu 'não falava mais com ele'. 
Sem entrar em detalhes, quero dizer que desabafei de forma quase que completa. Não sobrou um grão de poeira no lugar onde fiz tempestade e varri o pentelho para fora de minha vida. Aqui só entra quem é convidado!
Fiquei que fiquei voando...

2 comments:

Inaie said...

Voc^e teve paciencia demais. Eu bloqueio esses engraçadinhos na primeira mensagem. Meu tempo é escasso. Nao possod esperdiça-lo com bobagens.

Bah said...

Teve gente que eu já bloqueei sem ao menos ter um motivo algum, só por um comentário ridículo que ele fez auhauahaua eu já fui mais extremista rs

K!

Blog Archive