Total Pageviews

Friday, July 11, 2014

Gente que broxa com erros de português

Acho que tão ou mais preconceituoso e classista que julgar uma pessoa pelos produtos que consome (o 'vinho docinho' da amiga é um bom exemplo disso), pelo inglês de pronúncia malfeita ou outro hábito que denote erudição e bom-gosto (além de classe e poder aquisitivo) é o julgamento que as pessoas fazem de quem comete erros de português.
De vez em quando leio aqueles menes de facebook que falam que a garota ficou afim do cara, até que ele respondeu 'cim', e com isso ela broxou. Já cansei de pegar pessoas que, irritadas com o conteúdo da fala (escrita ou falada) de outra pessoa, resolvem atacar os erros de português que continham em suas falas, como forma de desqualificar o conteúdo que o outro expressa. Isso para mim diz muito mais sobre quem critica do que sobre quem é criticado, e a mim ao menos demonstra além de falta de objetividade de quem ouve/lê (pois mais importa o jeito que se grafou a palavra do que o que ela representa) é falta de empatia pelo outro. Quem nunca ficou nervoso e trocou as palavras, digitou mal, não enxergou direito e mandou uma mensagem adiante? E se a pessoa realmente teve problemas de alfabetização, não tem uma boa noção do que escrever dentro da norma culta e cometer uns erros ao escrever e falar? Seu discurso foi invalidado porque não colocou hífen, trocou S por C? E se a pessoa tem dislexia? E se...?
Acho isso de uma empáfia tremenda. Acho que excetuando alfabetizadoras em relação a seus alunos, mais feio que errar, é corrigir os erros de ortografia alheios ou desconsiderar o conteúdo escrito pelo erro. 

1 comment:

Cristiano said...

Acho que existem correcoes e correcoes umas são só para mudar o foco, desqualificar quem esta arguentando outras para orientar.

Blog Archive