Total Pageviews

Sunday, February 23, 2014

Dica para os interessados em espumante


Nesse ano eu não bebi cerveja. Quer dizer, bebi três vezes. Considerando que cerveja é a bebida mais sociável do mundo, eu ter bebido no verão inteiro apenas três vezes é praticamente uma revolução - até porque eu costumo beber três vezes na semana, por aí. 
Não parei de beber: estou bebendo drinques mas estou principalmente bebendo espumante. Farei 30 anos nesse ano e preciso que esse fígado funcione até eu morrer, de modos que optei por sobrecarregá-lo apenas no glamour e bebo espumante constantemente.
Primeiro, devorei o estoque de meus pais. Depois, devorei o meu. Quando acabaram ambos, passei a comprar e estou numa rica fase de experimentação, aprendendo e conhecendo muitos. Gosto de brut e não suporto essas coisas demi-sec. Só de olhar o nome minha têmpora esquerda lateja, com minha enxaqueca me ameaçando: não ponha isso aqui para dentro que eu saio para fora (isso não é mentira, dói na têmpora mesmo).
Daí que nessas, este final de semana resolvi tomar uma cava, coisa que aprecio imensamente, e que sempre me dá certo pesar lembrar que, quando estive na Espanha, quase nem tomei - eu estava apenas começando nessa vida e bebia praticamente só tintos. 
Encontrei esse no Imperatriz, por R$29,90 e foi uma surpresa muito agradável: é brut, mas a primeira nota tem uma doçurinha muito sutil, que não perdura no entanto, deixando o final bem agradável, sem aquela persistência enjoativa. Não tenho nenhum conhecimento científico sobre o que tem e o que não tem, mas confiem em mim: tenho o dedo mágico e podre, só gosto de coisa boa. Geralmente cara. Esse custo-benefício é incrível!
Farei um estoque, e aconselho os manezinhos a fazerem o mesmo!

2 comments:

Cristiano said...

Até gostaria de bancar minha bebedeira com destilado... mas é muito mais caro!!!

Cambaxirra said...

Dedo mágico e podre para coisas caras, é comigo, hahaha. Fiquei curiosa, vou procurar por aqui para experimentar, até pq - apesar de preferir o demi sec - eu não gosto de nada que seja muito doce.

Bjo!

Blog Archive