Total Pageviews

Tuesday, February 11, 2014

A tentativa de fazer dinheiro

Semanas atrás, numa sanha de me livrar de coisas que atolavam a minha casa e com isso quem sabe me ajudar a me mudar daqui a alguns meses, enchi uma sacola daquelas de carregar eletrodomésticos dentro de coisas que não queria mais: desde roupas, passando por bijuterias e maquiagens, até objetos e utensílios domésticos. Eu tinha intenção de doar para nossa secretária do lar, mas nesse meio tempo ela se demitiu e eu fiquei sem saber o que fazer.
Bom, daí que numa dessas tardes aleatórias, de greve, resolvi me aventurar numa coisa que nunca fiz: vender meus itens usados. Joguei a sacola no chão e fui loucamente batendo fotos de tudo com o tablet para divulgar. Devia ter batido uma foto de como ficou a casa depois disso, mas abafa o caso.
Selecionei aquilo que me parecia que poderia interessar às pessoas e fotografei. Nisso se incluiu desde bolsas até perfumes que já não gosto mais do cheiro, e postei uma leva hoje num grupo do facebook. Um vidro de perfume recebeu três ofertas em menos de 5min, mas o restante ainda não levantou pretendentes.
Daí que de posse desse fato novo, me resolvi a re-selecionar as coisas, e montar um lote (leve, possível de carregar a pé) para levar aos brechós do centro da cidade. Vou fazer isso amanhã.
Porém muitas dessas coisas não serão compráveis, e sem Rose fiquei sem ter a quem doar. Porém, para a minha 'sorte', surgiu a oportunidade de doar as minhas roupas e calçados aos moradores da Ocupação Amarildo de Souza, aqui de Floripa, e também poder enviar utensílios e utilidades domésticas, que a mim não interessam mais, mas que podem interessar às tantas famílias que estão lá recomeçando a montar suas casas. 
O saldo da brincadeira até agora é de R$25 positivos, o que poderia desmotivar uma pessoa ansiosa feito eu, mas se considerar que, sem fazer nada, eu continuaria com R$25 a menos, achei um ótimo lucro. Li neste post aqui, cujo blogue conheci outro dia e estou adorando, que esse tipo de venda não é feito para você lucrar, mas sim, recuperar um pouco do dinheiro que já gastou e que, de outra forma, você não obteria. Nesse espírito, meus R$25 têm um arzinho de vitória, ainda mais nesse mês que não acaba nunca, enquanto o salário já se foi há tanto tempo.
Amanhã eu relato como foi minha ida ao brechó. 

3 comments:

Cristiano said...

To querendo fazer isso com algumas coisas tb... livros, celulares e por ai vai...

Cambaxirra said...

Estou curiosa para saber como foi. Sempre pensei em fazer isso com algumas coisas, mas a maioria eu acabo doando mesmo.

Beijo!

Bah said...

Garage sale é o que há rs

Kisu!

Blog Archive