Total Pageviews

Tuesday, January 28, 2014

Negócios idealizados

Não sei se isso tende a uma série, mas hoje consigo pensar numa mão cheia de negócios que eu abriria, porque sinto falta deles.

Negócio nº1: um bar especializado em servir vinho em taça

Por motivos que fogem à minha compreensão, os estabelecimentos cobram preços abusivos por uma garrafa de vinho na melhor das hipóteses mais ou menos vendido a R$15 no mercado. Isso piora se você resolver pedir a taça do cardápio e piora ainda mais se você quiser o vinho branco.
Fico aqui pensando se me inventassem um cardápio gigante cheio de taças de vinho, de todos os tipos. Eu ia ficar muito mais bêbada e gastaria muito mais. O que é péssimo para mim, mas ótimo para o negociante. As próprias garrafas se fossem just a little more acceptable, eu pediria quando entre mais pessoas.
Embuchada de cerveja como estou, estufada e ainda alcoolizada de ontem, me sinto mal, inchada, e não é o álcool, porque nem foi tanto assim. É o glúten, é o gás, é a sua característica mais 'pesada' que uma tacinha muito fresh. A cerveja é a bebida mais coletiva que existe, além de ser a mais acessível. Tanto no preço, quanto na oferta nos estabelecimentos. Eu não me importaria de beber vinho enquanto as pessoas bebessem cerveja. Só que não tem no menu.
Será que é viável um trem desses?

3 comments:

Cristiano said...

Acho que ta ai uma oportunidade nao para os restaurantes, mas para os fabricantes de vinho fazer garrafinha que caiba certinho em uma taça pequena.

Cambaxirra said...

Tava pensando EXATAMENTE a mesma coisa que o Cristiano falou. Sofro do mesmo "mal" que tu, porque adoro tomar um vinhozinho, em casa e fora dela. Muito mais do que cerveja. Mas fica bem complicado. Fora, é o que você falou dos preços das taças, e em casa, eu não dou conta de uma garrafa sozinha, a não ser que eu esteja MUITO inspirada, hahahaha. E as pouquíssimas opções de garrafas pequenas são bem caras, mas acaba sendo sempre nelas que eu morro, porque não tenho com quem dividir uma garrafa e não me permito deixar estragar sequer uma gota de vinho.

Liu said...

Já existem lugares assim em alguns lugares do mundo. Se eu não me engano, tem em SP. Mas dê uma pesquisada no google, que vc deve achar.

Blog Archive