Total Pageviews

Friday, January 10, 2014

A verdade que liberta

Sou chata com bastante orgulho, pois sou chata com coisas das quais não posso abrir mão. Isso eventualmente me torna uma pessoa mal humorada, com pouca paciência, e como a paciência é pouca, preciso decidir muito direitinho com quem utilizá-la, porque se eu cair na besteira de usar com a coisa/pessoa errada, ficarei sem mais para quem realmente precisa e merece. Eventualmente, já me senti culpada pelo meu próprio mau humor, mas agora percebo que não é caso disso, pois mau humor é inevitável àqueles que têm senso crítico. E eu não sou nem um pouco o tipo da pessoa que recebe uma informação absurda e trata como normal, com cara de paisagem, apenas 'para não estragar o clima'.
Foda-se o clima. Fodam-se as informações absurdas. 
Havia esquecido como é libertador dizer uns palavrões, também. Humanidade, eu não sou ma samambaia: eu penso! Lidem com isso. 

4 comments:

Cristiano said...

Então tá...
Quem sou eu para julgar, como diria o post que acabei de ler do vida organizada. :)

Nanda Silva said...

Então somos duas, e nem ligo que me chamem de chata, melhor que ficar engolindo certas coisas.Bjim ;)

Neanderthal said...

De fato, a ignorância é uma benção!
Porque quando nos damos conta que o mundo e a maioria das pessoas se orientam por conceitos estúpidos e esperam que a gente também acredite neles, eu fico profundamente ofendida. E mal humorada tbm!

Denny Baptista said...

Olha, eu evito ser mau humorada. Ao menos exteriormente, porque internamente vivo resmungando comigo mesma das coisas absurdas que vejo, rs...

Menina, me atrapalhei toda com seus blogs, hahahaha! Qual é o seu blog que falava das gojiberries? Nem achei o post, rs...

Mas adorei esse aqui e, ah, comprarei umas frutinhas para provar!

Beijão e bom resto de FDS!

Blog Archive