Total Pageviews

Wednesday, October 23, 2013

Ginger addicted

Quem conhece mais de perto sabe da minha genuína obsessão por sushi. Sabe uma coisa que nunca vale a pena para mim? Sushi a la carte. Da última vez que o fiz, mesmo me controlando, me reprimindo e pedindo só aquilo que achava mais fundamental, gastei R$85. De modos que admiti que não me contento com pouco e sempre vou no livre. Deixo amigas estarrecidas mandando vir trinta sashimis, três temakis, diversas outras peças aleatórias, meia dúzia de ceviches... Uma coisa impressionante, mesmo para mim. O que impressiona os garçons, no entanto, nem é tanto isso, porque devem estar acostumados a ver outros compulsivos fazerem estragos até maiores que o meu; eles se chocam com a quantidade de gengibre em conserva que coloco para dentro, elevando-o da categoria ‘acompanhamento’ para a categoria alimento. Ontem fui num restaurante (bati milhões de fotos para postar sobre ele) e tive que mandar pedir, para mim, sozinha, porções para três pessoas de gengibre, para ver se durava mais tempo. E pedi, sem mentira, umas cinco vezes. Sempre que vejo no mercado aquele vidrinho de gengibre e conserva, meu coração se alegra, penso em levá-lo embora, mas então antevejo a cena de mim mesma comendo aquele gengibre puro, como se fosse o Danoninho mais bizarro do mundo, às colheradas, e terminando com ele em um dia. E aí deixo lá. Hoje estou explodindo de tanto que comi ontem. Tanta coisa boa e tanto gengibre!

2 comments:

Taís Moreira said...

rsrsrss eu tb adoro sushi, o médico disse pra eu maneirar na gravidez, mas vezenquando eu como. e adoro o gengibre tb, mas não tanto qto tu

Bah said...

Argh, odeio gengibre em conserva. Em japonês, chamamos de shoga. Meu pai faz sempre e deixa estocado em casa.Se morássemos perto, mandaria um pote pra vc de presente rs.

Kisu!

Blog Archive