Total Pageviews

Friday, October 18, 2013

Clafoutis de pêssego

Reparem que eu já havia roubado uma colheradinha


Eu tenho sido razoavelmente uma boa menina, sabem? E como comentei, tenho cozinhado horrores. Daí que hoje percebi que a minha bandeja de meio quilo de pêssegos, adquirida mais de três semanas atrás, e que foram sendo consumidos puros, depois em vitaminas, e por fim, restavam aqueles três ali, já até meio murchinhos, esperando um final digno. Eles estavam deliciosos.
Bom, daí que lembrei de uma antiga receita do blogue que é minha primeira referência quando se trata de praticamente tudo - o La Cucinetta. Lá estava a receita que eu pretendia para resolver meu caso com os pêssegos. 
Eu não tinha pêssegos e nem tenho intenção de comer uma receita tão grande, de modos que fiz um quarto da receita, e adicionei dois detalhes que na minha opinião mudaram muito o resultado para melhor: raspas de laranja e baunilha em pó. Acredito que é a porção ideal para duas pessoas, pois a minha panelinha de cerâmica é bem funda. E vai que vocês são sozinhos, feito eu, e não querem comer tudo, né? Mas caso queiram fazê-la inteira, este aqui é o link com as medidas originais.


Clafoutis de pêssego

3 pêssegos maduros, descascados e cortados
85g + 1 colher rasa de sopa de açúcar cristal orgânico
100ml de leite
1 ovo
25g de farinha de trigo
1 colher rasa de manteiga (usei com sal, era a que tinha)


Aqueça a manteiga e o açúcar numa frigideira e adicione os pêssegos. Deixe ali caramelizando no fogo cerca de 5min. Nesse ínterim, misture os demais ingredientes numa tigela (aqui há um erro meu: estava longe do computador e não separei por etapas a mistura dos ingredientes, mas aconselho que vocês façam como a Ana disse). Coloque numa travessa untada (esqueci de untar, ops), de vidro ou cerâmica. Adicione a mistura dos pêssegos e a caldinha que se formou. Leve ao forno pré-aquecido por 40min, a 160ºC. 

3 comments:

Bruxa do 203 said...

Nunca comi, mas já gostei!!!!

Neanderthal said...

Não conheço essa receita, mas pensei seriamente em acrescentar cravo e um pau de canela na receita. Deixar caramelizar junto.
Será que vale a pena???

Bah said...

Nunca ouvi falar desse nome, mas achei com a cara muuuito boa!

Kisu!

Blog Archive