Total Pageviews

Wednesday, September 18, 2013

Dieta Dukan

É verdade, Brazil. Reticente que sempre fui, acabei me rendendo à famosa e atualmente pop dieta, depois de ler o livro semana passada.
Tenho diversos questionamentos e problemas com algumas coisas, porém, como queria algo que me desse uma motivação imediata, com resultados, resolvi iniciar, fazer a fase chamada de ataque (constituída por 5 dias de proteínas puras) desde segunda-feira. Caso alguém não conheça, resumidamente, na segunda fase, chamada cruzeiro, são permitidos apenas legumes e proteínas, na terceira fase chamada consolidação são permitidos 2 amidos na semana, 1 refeição 'de gala', 2 fatias de pão e uma porção de frutas ao dia. Grosso modo, é isso: muita proteína, e aos poucos a reinserção dos demais alimentos.
Eu aceitei fazer porque a dieta não controla quantidades e muita gente tem tido bons resultados com ela. E combinei comigo mesma que, caso não conseguisse, não tinha problema algum, mas que iria fazendo até onde desse.
Os primeiros dois dias certamente não foram de fome, mas foram de privação e certo enjoo, pois não costumo comer tanta proteína animal e sinto falta, surpreendentemente, dos legumes e frutas. Não senti falta de açucar e nem nada trash, mas senti falta do frescor dos legumes. Como são só cinco dias, não criei muito caso e fui fazendo.
Me pesei na farmácia segunda-feira, pois segundas não vou na academia. Mas terça de manhã me pesei lá para ser a balança da academia o meu parâmetro, e não gostei muito de ver que, de uma balança para a outra, eu estava 1kg mais gorda. Voltei na balança da farmácia, por teimosia, para ver o resultado. Não muito alentador, descobri que eu havia perdido apenas 200g e já estava no final do segundo dia.
Hoje minha repartição entrou em greve, e fiquei desde de manhã na praça com meus colegas. O sindicato nos deu um vale-almoço para um restaurante ali perto, que eu sabia, ia ser bem complicado de manter as proteínas permitidas e nada mais. Além disso, eu não queria que as pessoas que sentassem comigo estranhassem um prato cheio de carnes, e nada mais. Por isso, me servi de tabule, rabanetes, pepinos, folhas, arroz, feijão, e finalmente o meu grelhado. Fiz isso por ficar sem jeito e também porque estava desmotivada com as 200g.
Saindo de lá, fui na farmácia me pesar, apenas por desencargo, para decidir como continuar o dia de hoje. E lá estava o resultado bacana: 1,650g a menos! Em menos de três dias!
Subi correndo no mercado comprar mais iogurtes zero-tudo, pois vou continuar :)
Se alguém quiser ter acesso ao livro, eu tenho ele em PDF, basta me pedir. Nutricionalmente é uma dieta problemática para se cumprir ao longo das quatro fases, porém, no meu caso de anseio por um resultado rápido para motivar e acostumar o corpo a se disciplinar outra vez, me serve. Não pretendo, no entanto, me alimentar dessa forma, comendo tantas carnes, tantos laticínios 'zero', tantas coisas adoçadas e coloridas artificialmente, ao longo da minha vida. Tenho dúvidas e críticas a algumas passagens do livro, e compreendo as desconfianças dos demais profissionais da área, pois nem eu mesma me convenci de tudo que li. Mas estou testando uma fórmula diferente da que vinha utilizando, para retomar, mais que o peso, a disciplina necessária para a reeducação alimentar. E nesse caso, ela tem servido bem.

6 comments:

Gisa said...

Oieeeee

quanto tempo! :-)

Eu acho que jamais conseguiria fazer essa dieta... quase nao como proteinas, gosto mesmo è de tanta verdura e legumes e cerais e sopas... ahhh as sopas de cereais e verdura... ohhhh hahahaha

Força pra voce!

beijos :)

Cambaxirra said...

Esses dias eu conversei com um endócrino (conversei mesmo, ele é meu amigo, não foi uma consulta formal) e ele me disse que o problema dessa dieta Dukan é o enfraquecimento orgânico por causa da falta dos carboidratos. Ele disse que, óbvio, durante a perda de peso a pessoa não sente nada, no máximo algumas pessoas sentem um pouco de fraqueza, por causa da falta da energia que o carboidrato oferece. Mas a longo prazo, a supressão do carboidrato pode trazer vários problemas vitamínicos, cardiovasculares e musculares, que depois são bem mais difíceis de reparar. Eu não sei, mas nunca fui fã dessas dietas "milagrosas", sempre fico com receio de que elas causem algum efeito não desejado que depois traga problemas. E também sempre tem essa coisa de que quem emagrece muito rápido, também recupera o peso perdido muito rápido. =/
Sei lá, não confio muito nessas dietas. Acho sempre melhor uma reeducação alimentar, que não nos prejudica e ainda nos faz emagrecer e aprender a comer melhor. :)
Beijo!

Bah said...

Tem gente que emagrece sim, mas pq já tem pré-disposição. O organismo tem um metabolismo bom, mas eu acho que se isso realmente fosse bom, todo mundo faria. É modinha, como tantas outras dietas. Na minha humilde opinião, claro.

O que dá certo é comer de tudo um pouco, não se privar, mas não exagerar e é aí que as pessoas não conseguem se controlar. Combinado com água, exercícios e uma boa noite de sono.

Como sua amiga aí em cima citou, ela pode até te trazer o efeito desejado, mas trará consequências futuras.

Kisu!

Nanda Silva said...

oie flor, muito obrigada pela sua visita, pelo comentário, fico muito feliz por estar fazendo o bem a alguém. O blog está um pouco confuso pois fiquei muito tempo sem postar, deletei algumas coisas muito pessoais, mas o importante é que estamos aqui e não vamos desistir não é mesmo!!! Firme aí garota, beijo!

Ju said...

Acho que ninguém deve meter o bedelho na dieta de ninguém, mas vou meter mesmo assim. Então, se vc quiser me dar um fora, fique à vontade! ;)

Eu sei que essa dieta é um pouco diferente da dieta da proteína, mas a base é a mesma. Eu já fiz e já emagreci bastante com ela. Quando eu fiz, devia pesar uns 70, 70 e poucos. O problema foi depois... logo assim que parei com a dieta, desencadeou uma compulsão alimentar violenta, que me fez engordar muito mais do que eu tinha emagrecido. Então, só cuidado para isso não acontecer com vc, ok?! ;)

Beijinhos e boa sorte!

Neanderthal said...

To com a Ju.
Funciona e é a que dá mais resultados comigo. Mas cuidado com o rebote, que é violento!
Eu recuperei o dobro que havia perdido. Tinha 68 e queria ir para os 62. Foi tranquilo...
Mas quando parei, voltou em dobro. Cuidado com o rebote, que é comum em todas as dietas de privações.
Beijos

Blog Archive