Total Pageviews

Wednesday, August 28, 2013

O que tem pro almoço? Feijão verde com queijo grelhado e tomates orgânicos


Logo no primeiro almoço em Natal fui apresentada a esse feijão verde. Coloquei no prato junto com um monte de outras coisas inusitadas e que não costumo ver por aqui, e reconheço que a propaganda foi forte – meu companheiro de almoço é um entusiasta defensor de seu sabor.
Como apreciadora de absolutamente todos os tipos de grãos e feijões (aliás estou para descobrir qual é o tipo de comida que eu não aprecio), óbvio que adorei esse feijão tão coloridinho, tão alegre. Ele fica para mim em termos de textura num híbrido entre grão de bico e a ervilha (em conserva), pois ele não gera caldo, mas fica maciozinho. Resolvi trazer para casa e fiquei toda preocupada, pois meu anfitrião me avisara que ele só é verde durante um breve período, e portanto eu deveria cozinhá-lo muito rápido para não perder. Dividi em três partes e distribuí entre amigos, e enquanto isso fui comendo a minha terça parte.
Consultei o meu oráculo de comidas nordestinas, o Pitéu, e obviamente encontrei o modo de preparo. A receita está aqui. Fiz basicamente como ela ensina, mas usei coentro no lugar da salsinha e foi lindo.

Feijão verde com queijo grelhado e tomates orgânicos

1 xícara de feijão verde
1 colher de sopa de manteiga
1 colher de sopa de alho em pasta
muito coentro picado
1 folha de louro
1 bastão de queijo coalho, daqueles para churrasco
2 tomates orgânicos sem sementes
1 colher de sopa de azeite trufado
sal e pimenta a gosto

Para cozinhar os feijões, cobri-os com bastante água, talvez o triplo de água, e pus para ferver com uma folha de louro. Cozinhei sem sal mesmo por cerca de meia hora numa panelinha normal. Ao terminar, escorri e guardei o caldinho para alguma sopa ou risotto no futuro.
Com eles ainda fumegantes, derreti a manteiga, adicionei o alho e joguei os feijões lá, para que ficassem com o gostinho do alho. Rapidinho, devo ter ficado 3min nisso. Ao final, já os coloquei na minha travessinha de vidro que uso para almoçar e ali adicionei o coentro picado e sal e pimenta moídos na hora. 
Com um fio de azeite, fritei os cubinhos de queijo coalho, muito rápido. Enquanto isso cortei os tomates e adicionei por cima de tudo, assim mesmo.
Ao final, adicionei mais sal e pimenta, o azeite trufado e ceboulettes picadas. Passei  o dedinho no fundo da travessa de tão bom que era o gosto. 


5 comments:

Pattr!cia said...

hum... parece gostoso.
não faço a mínima ideia de onde encontrar a feijão verde.

Bêjo

Cristiano said...

feijao verde? nem sabia q existia...

Bah said...

Se aqui tá difícil de ver feijão, quer dirá esse verde... será que a lentilha não substitui?

Kisu!

Ju said...

Nunca tinha ouvido falar... mas se fica entre grão de bico e ervilha, deve ser gostoso! :)

Liu said...

AmoSou feijão verde!

Normalmente, a gnt toma o caldinho e cozinha o queijo junto com o feijão.
Minha mãe faz o feijao verde dela assim: coloca um pouco de alho e de cebola, deixa o feijão cozinhar na panela de pressão e, depois de cozido, coloca um pouco de nata (ou creme de leite), bastante coentro e cebolinha picados.
Quando tá sem caldo, eu gosto de comer com umas gotinhas de manteiga e farinha de mandioca (enfarofado). Fica mto delícia também.

Ah, dá pra congelar o feijão cru por uns dias. Ele perde um pouco do verde, mas nada mto substancial, se for só por alguns dias.

Blog Archive