Total Pageviews

Wednesday, July 10, 2013

Incidente no bar

Sábado eu estava no samba, e muito consciente por causa da pouca bebida, conseguia identificar aquele limite em que você já quer fazer xixi mas ainda não está morrendo, e pode suportar a longa espera na fila sem pedir para morrer. Demorei anos para adotar essa tática preventiva mas finalmente entendi, e enfim, lá ia eu, serelepe, pegar a fila do banheiro sem maiores percalços. Isso não era o assunto.
Assunto era que o banheiro ficou precário logo, porque não foi feito manutenção no decorrer da tarde, e certamente havia um entupimento no vaso sanitário, ou falta de água. Dava a descarga a troco de nada. No final isso estava perigosamente perto de transbordar. Isso ainda não era o assunto.
O assunto era que da última vez que fui lá, estava adotando aquela posição clássica de mulher em banheiro público, comprovando mais uma vez a necessidade de intensificar o agachamento e o leg press, para melhor fazer essa posição ingrata. Como ponto de apoio, gosto de espalmar as mãos junto à porta, mas naquele contexto, por algum motivo que só o álcool explicaria satisfatoriamente, eu agachei, apoiei a mão na porta, mas dobrei a coluna, ficando de cabeça virada para baixo, como se fosse pegar algo no chão. Ali o meu ombro encaixou na pia e foi bem legal, finalmente havia firmado posição!
Mais ou menos.
A pia descolou do chão, Brazil! Eu ali, fazendo o que tinha que fazer, tentando não tocar naquela água mijada de todo mundo, tentando firmar no intento, com meu sutil ombro consegui soltar a pia do chão. Não de forma ruidosa nem um grave acontecimento, porque certamente aquela pia já viu dias melhores, mas confesso que me assustei imensamente. Vai que estoura alguma coisa importante por causa disso? Eu ali destruindo o frágil equilíbrio daquela pia até então segura, como você se sentiria?
Aquela foi a deixa que me faltava para decidir que estava já bom de Travessa por aquele dia. Vazei.

6 comments:

Cristiano said...

Como assim, caiu!?

Ela quebrou e saiu caco para todo lado? Se machucou?

Fulana said...

não, eu só levantei ela do chão! mas movi de novo pra baixo e ficou!

Fala, Clarice said...

Acho que a solução é mobilizar a galera das engenharias para construir banheiros com acessibilidade para mulheres, porque aquilo não foi feito pra gente. É sempre um desafio e tanto, principalmente, quando o banheiro já está mais pra lá do que pra cá.

Inaie said...

to rolando de rir aqui. só vc pra me fazer rir no meio da uruca que a minha mudança está sendo!!

Nunca tentei fazer xixi de cabeça pra baixo. Agora em conta uma coisa... e o cabelo? Nào deu uma repassada na agua de xixi ???

Bah said...

Argh, banheiro público é a coisa mais nojenta EVER! Mas se não tem jeito, o negócio é sambar mesmo. Mas tome cuidado, viu? Se for porcelana o acidente pode ser fatal!

Kisu!

Neanderthal said...

Eu to rindo altão aqui em casa! HUAHSUAHSUASHUASHUAS
Você é grandona! Se o banheiro for apertadinho, corre o risco de rolar um acidente! huashuashaushas
Beijos e que bom que não passou por nenhum constrangimento ou acidente por causa disso!

Blog Archive