Total Pageviews

Monday, July 15, 2013

A volta do desafio semanal

Confesso que desde semana retrasada não pus mais os pés na cadimia. Depois de enlouquecer escrevendo a dissertação, me dei duas semanas de indulgência, e passei dias sem estudar, ler nada interessante, escrever, cozinhar, malhar... Foi bom para a cabeça, não sei se posso dizer o mesmo do corpo.
Semana passada recebi um amigo querido de visita durante três dias, e com isso as coisas foram se atrapalhando mais. No final de semana, mal parei em casa, e quando a casa está desarrumada, a semana via de regra fica atrapalhada. Fiquei vários dias em casa com a desculpa de tirar a noite para me organizar, mas o friozinho me impediu de me organizar e a preguiça só aumentou.
No sábado conversei com um amigo meu sobre os exames dele, que deram diversos problemas de triglicerídeos e outros, porque ele é gordinho. Eu não sou gordinha como ele, mas meus triglicerídeos também são altíssimos, e o colesterol está no limite do aceitável. E ele trabalha o dia todo, sempre tem compromissos à noite. Sugeri que ele malhasse de madrugada (de manhã bem cedo, tipo 7h), porque aí ele cumpriria a prioridade já na primeira hora do dia.
Eu sou da opinião que a prioridade a gente faz primeiro, porque aí se algo der errado ao longo do dia, ela foi garantida. Na academia, eu ia à noitinha, porque eu não presto para nada intelectualmente à noite, e assim poderia ir numa boa fazer exercícios. Como o frio e a preguiça me desmobilizaram, apliquei o conselho que dei a ele em mim mesma, e hoje pus o despertador para 7h, com a ideia de ir malhar 7h30. 
Acordei com enxaqueca, tomei um comprimido e tentei dormir mais um pouquinho. Não adiantou. Levantei, me troquei e fui malhar mesmo assim. Academia vazia, aparelhos livres, mas o sisteminha de imprimir a série estava fora. Fiz os exercícios de perna todos hoje, e deixei os de braço para amanhã. Espero que consertem aquilo logo. Também me pesei na balança da academia, que resolvi adotar como minha balança oficial a partir de agora. 
Hoje fui um pouco tarde: cheguei 8h30 e fiquei até 9h30, porque fiz uma série capenga, com bem menos exercícios do que minha série normal prevê. Fiz meia hora de esteira também. Mas eu quero estabelecer uma rotina mais intensa, com 40min de aeróbico, e a série completa. Para isso, preciso chegar mais cedo, pois não gosto de me arrumar correndo, chego cansada no trabalho. Na verdade, assim que restabelecer o hábito de malhar, pretendo voltar a fazer isso à noite, e deixar minhas manhãs para os estudos. Mas por enquanto, a prioridade é malhar, e por isso, farei assim que acordar.
O desafio dessa semana é ir na academia todos os dias. Isso inclui o sábado. Quero reverter essa dinâmica de não fazer mais minhas atividades físicas, que vinham me fazendo bem. Também reativei a dieta (cedo para dizer isso, mas até aqui eu cumpri), mas estou novamente no nível inicial, me reabituando a observar essas coisas com atenção. Oremos.

3 comments:

Cambaxirra said...

Eu queria ter essa força de vontade, mas tô que não consigo fazer nada... ó, vida cruel. Mas tô na torcida por ti!

Cristiano said...

Boa Sorte!

Neanderthal said...

Eu sou como você, não presto pra nada intelectualmente a noite. Meus horários mais produtivos são a manhã e as primeiras horas da tarde. Uma maravilha!
No mais, acho que vou impor desafios semanais também! Estava envolvida com trabalhos, mas agora, ninguém me segura!

Blog Archive