Total Pageviews

Friday, April 05, 2013

Projeto BCK: dias 13 e 14



Dia 13: supere o desejo incontrolável por comida.

Nesse dia, a autora ensinou uma série de frases, técnicas e truques para aplicar nos momentos de maior desespero para manutenção da dieta. Também, a exemplo do dia 12, eu devia anotar o tempo todo os meus desejos e suas intensidades, bem como o que eu fiz para me distrair deles. Vou poupá-los de toda essa listagem (nem eu mesma fiz direito, porque eram muitas tabelas, muitas coisas), até porque preciso confessar uma coisa: uma vez que eu sabia que estava prestes a entrar na dieta, resolvi comer tudo que eu gostava antes de iniciar o processo. E nesse dia, especificamente, eu fui comer um rodízio de sushi (engraçado que nem senti muito prazer no dia), e depois tomar umas cervejas em homenagem à despedida de Wal. Comi dois cupcakes ontem, comi um brigadeirinho dia desses, enfim, fiquei comendo sem pensar no amanhã, afinal, eu ia parar com aquilo logo logo. Aposto como Judith não tinha isso em mente quando me mandou esperar 15 dias para iniciar a dieta...
Bem. Eu listei algumas distrações para mim, para quando a vontade for muito forte. Decidi que caso isso aconteça na repartição, eu vou dar a volta em torno do meu prédio, ou vou fazer alongamento na salinha de atendimento. E que se acontecer em casa, vou programar o telefone durante 15min e ir arrumar ou limpar alguma coisa (sou dessas que se acalma arrumando uma gaveta). E que posso reler partes do livro, porque isso também me ajuda a ficar conectada com o assunto.
Também vou dar um tempo nos blogues culinários, porque querendo ou não, ler sobre comida me atiça as lombriga. E evitar o canal GNT nos sábados, porque é outra coisa que me atiça as lombriga.
A autora nos orienta a dar os reais nomes a cada coisa, e entender que essas crises são só desejos – não são fome, nem necessidade (estou no meio de um desejo bem agora, porque lembrei do GNT e dos blogues de comida), não nos permitir escolha, permanecermos firmes, e nos imaginar cedendo ao impulso (desejo). E nos lembrar dos motivos que temos para resistir aos desejos.
Deu ainda as seguintes técnicas comportamentais: ficar longe do alimento que lhe provoca desejo, beber um líquido de pouca caloria, relaxar (observar a respiração, por exemplo), e distrair-se com aquilo que lhe melhor ajudar.

Dia 14: planeje o dia de amanhã.

Esse dia para mim foi ontem (porque anteontem eu não estava em casa), em que eu planejei o meu cardápio, cozinhei as coisas no horário estabelecido, e anotei no bloquinho, no dia 14, e não no diário como vinha fazendo até então. Caso alguém se interesse, hoje o cardápio tem:
café da manhã de ½ papaya com aveia, chá de gengibre e 1 fatia de pão integral com geleia orgânica (checked);
lanche da manhã 1 rodela de abacaxi (me confundi e comi 1 banana);
almoço: 4 colheres de arroz integral com mais 4 colheres de curry de peixe;
lanche da tarde: seria abacaxi e banana, mas trouxe banana e caqui;
jantar: 1 pão francês com alface, cenoura ralada, queijo e presunto.


Vou ter um problema logo agora de tarde: vou fazer um curso fora da repartição e vão me servir um coffe break muito provavelmente composto de suco de caixinha, biscoitos Isabela e outras coisas desse tipo. Embora eu não aprecie nenhum desses alimentos, o café é servido dentro da sala de aula, e todo mundo vai para lá comer as coisas. É o tipo da coisa que me vejo comendo, no automático, na companhia dos outros. Talvez eu tome um café com leite para me distrair. E amanhã minhas amigas da graduação marcaram um café colonial para a gente se reencontrar. É isso: eu levo meses para encarar uma dieta séria, minhas amigas levam 3 anos para marcar um reencontro, e ambas as coisas estão previstas para o mesmo período. Como lidar, Brasil? Estou até pensando em faltar. 

3 comments:

Drinha... said...

Ah Thais,

Acho bem interessante essas suas dicas do livro, mas que tal vc adiar um dia e aproveitar a companhia das suas amigas... e outra é só vc dá uma maneirada!!!!!


um bjo

Neanderthal said...

Ahhhh!
Eu leio o seu post sobre o livro e fico querendo avançar na leitura!
Ahhhhhhhhhhhh

Bah said...

Difícil isso...

Kisu!

Blog Archive