Total Pageviews

Monday, March 04, 2013

Filme: Beginners

Vi esse filme na TV em algum final de semana qualquer do mês passado, quando tentava entender o mistério segundo o qual nunca se tem nada pra assistir, por mais canais que se pague.
O nome traduzido, Toda Forma de Amor, é o tipo de título que já me faz afastar involuntariamente, com medo que pudesse ser mais uma comédia romântica daquelas que procuro obsessivamente evitar. 
Mas o filme me chamou a atenção por causa da trilha sonora e porque mostrava uma moça, atriz, que eu sabia conhecer, mas não lembrava bem de onde. Se mais alguém tiver esse problema de fisionomia, é a Shoshanna, do Bastardos Inglórios.
O filme mostra um cara solitário, cujo pai acaba de morrer, que conhece essa moça, e os dois se apaixonam, vocês sabem. A mim pouco importava a história do casal, boring como todas o são, mas no decorrer da história deles, o filme vai mostrando rasgos das lembranças do pai falecido, que depois de viúvo saiu do armário, arrumou um namorado lindo e foi ser feliz!
Me parece que inclusive esse pai (cujo nome do ator jamais recordarei) ganhou ou foi indicado ao Oscar - e ele era, realmente, magistral.
Achei a história genuinamente fraca. Mas alguns filmes não nos conquistam pela sua história: o fazem pela fotografia, pela música, ou por algumas boas atuações. No meu caso, as cenas entre pai e filho foram o deleite que me fizeram assisti-lo até o fim. Valem cada minuto que assisti.
O povo que gosta de romance, com certeza, iria gostar. O povo que espera complexidade e personagens bem construídos, é melhor ir atrás de outra coisa - aliás, o filme tem um viés meio psicologizante mal feito, que não desenvolve a contento. Mas fora essas ressalvas, já vi coisas bem piores.

3 comments:

Bah said...

Parece filme água com açúcar ou estou enganada? Eu adooor filmes assim, mas esse tipo de filme tenho que assistir sozinha pq namorido não curte rs.

Ali´[as, tô pra ver algum homem gostar de filmes românticos e que não seja gay (nada contra gays)...


Kisu!

Neanderthal said...

Os romances não estão entre os meus prediletos, já que curto ficções científicas, os biográficos e históricos, mas eu me dou o direito de desligar o cérebro e assistir as luzes.
Alguns romances realmente são bons, eu fico lá torcendo pelo personagem ou querendo um final diferente e tlz, mas eu vou ver só porque você disse que é bom!
Tbm sou ruim com nomes e fisionomias, mas deois te digo quem é o tal ator.
Beijos

Bruxa do 203 said...

Não sou louca por comédias românticas e o nome faz parecer uma delas. Depois que li a sinopse, fiquei com vontade de assistir. Vi que entrou na programação do Telecine e será a oportunidade!

Blog Archive