Total Pageviews

Friday, February 15, 2013

Esporte novo, contusão nova


Então eu resolvi fazer uma coisa diferente, sabem, ter uma atividade física mais bacana, menos contemplativa que a natação. Fazia uns meses já que eu andava cobiçando a ideia de aprender a andar de skate, e cheguei até a procurar um antigo que meu irmão costumava ter, procurei um amigo que andava de skate, mas ninguém era mais adepto da prática. Até que, dia desses, um amigo postou uma foto do skate dele no feabook e, na quarta de cinzas, marcamos a primeira aula.
Quero dizer que nunca me senti tão humilhada como no dia em que tentei me equilibrar sobre aquele artefato: me balançava, para cima e para baixo, num show de desequilíbrio e falta de coordenação motora, além do medo mortal que bafejava em minha nuca. Apesar disso, fiquei, acho que talvez uns 30 minutos, tentando insistentemente aprender a dar o impulso, subir no skate e virar os dois pés na posição correta. Numa dessas vezes, no entanto... algo deu errado.
Sim, eu sei que todos estão esperando o relato do tombo, mas o pior é que nem caí: dei um mau-jeito muito do estranho com o joelho esquerdo (ele girou, torceu), e depois disso, nunca mais firmou. Não inchou ou ficou roxo, mas simplesmente eu não posso mais levantar da cama com o pé esquerdo, subir e descer escadas, e imaginem o que é sair do carro (necessariamente saímos com a perna esquerda primeiro). Depois disso já caí uns dois tombos, desavisada, esquecida de que meu joelho emite uma onda de dor lancinante, uma fisgada, cada vez que o utilizo como apoio. Fui na clínica geral, mas vamos ter que ir no ortopedista. Enquanto isso fico fazendo gelo e torcendo para tudo melhorar logo.
Fato é que agora fiquei obstinada: não quero fazer manobras, mas preciso aprender a andar de skate. No mínimo, deslizar em cima dele para cima e para baixo. Quem viver, verá.

4 comments:

Cambaxirra said...

Ui. Lesóes no joelho me tiram o sono, já contei que tenho "joelho podre"? Hahahaha, pois é, morro de medo, se eu não cuidar, fizer exercícios, blablabla whiskas sachê eu corro o risco de ter que operar. O.o Nunca!
Vou ficar aqui na torcida, para que nunca mais vc nem escorregue do skate, vai aprender tudo de uma vez só!

Beijo!

Bruxa do 203 said...

Melhoras!!

Se mesmo depois do joelho roxo, você ainda quer aprender é porque esse esporte é mesmo para você!!!

Às vezes tenho medo de ser atropelada por um skatista em plena calçada!!!

Neanderthal said...

Oi dona fulana.
Andar de skate é que nem com a moto: cair faz parte do aprendizado!
Pergunte aos profissionais quantas quedas e fraturas eles colecionam! E nem por isso desistiram!
beijo grande e melhoras.

Bah said...

Eu já andei muuuito de skate enquanto adolescente (já que eu era meio revoltada na época rs). Depois de quase quebrar os ossos da perna, resolvi ser um pouco mais ajuizada e tentei rollers. Muito melhor...

Mas te dou a maior força!

Kisu!

Blog Archive