Total Pageviews

Wednesday, April 11, 2012

Como me tornei um ser humano piorado

No ensino médio eu inventei de ser AS escolhendo na enciclopédia das profissões: eu queria "ajudar as pessoas", olha que lindo!
Pensava em mim nos orfanatos e obras de caridade, enfim, um idílio nojento com a classe média e meu desejo de "ajudar as pessoas". Na Universidade aprendi várias coisas, dentro de sala e fora dela, fiz estágios em muitas comunidades e depois fui trabalhar com adolescentes, depois com crianças, depois na repartição.
Assistentes sociais não são psicólogas, no entanto, trabalham com gente cheia de problemas, afinal, como diz uma antiga professora, ninguém vai na Assistente Social contar que pintou a casa de rosa. Para encaminhar os casos, fazemos a escuta de muitas coisas, de problemas complexos, de origem material, mas que têm desdobramentos também emocionais e psicológicos. E às vezes, a gente ouve pessoas que não precisam do nosso serviço, mas nos procuram por pura falta de ter com quem conversar. Assim que via de regra há pelo menos 8 anos que eu escuto as histórias da vida privada alheia, suas crises e intimidades, e preciso não só encaminhar, mas também opinar e até aconselhar em alguns casos.
Isso fez com que aos poucos eu desenvolvesse uma espécie de casca, que me faz entender a dimensão da gravidade dos problemas, mas não sofrer junto com cada usuário do meu serviço, como se a questão dele fosse a minha. Isso levou anos para ser processado. E no decorrer do processo, fui automatizando muitas coisas, uma delas a escuta. Escuto, escuto, escuto - o dia todo. Eu escuto muitas coisas, muitos problemas.
E foi assim que me vi com preguiça de escutar as pessoas à minha volta: os amigos, os parentes, os eventuais amantes. Não sou paga para escutá-los: já faço isso em tempo integral. E custa R$19,44 a hora, fora os encargos trabalhistas e o vale alimentação.
Ossos do ofício. Eu sou normal?

7 comments:

Inaie said...

Me da o seu telefone - eu pago 30 pra voce me escutar! kkkk

Gisa said...

huahuahua! Te pago 40 Euros por 1 hora de conversa e um conselho no final! Hehehe Just Kidding! Acho que voce è normal, sim... cansada do trabalho, como qualquer outra pessoa.
Beijao

Taís e Paula said...

Eu trabalhei com telemarketing e hj em dia tenho pouquíssima paciência pra falar com quem q seja no telefone! Acho q vc é perfeitamente normal!
Beijos da Taís.

Cristiano said...

Mas os seus amigos sentem falta de alguem para reclamar e dar opniao?

Fulana said...

gente, vou oferecer esse serviço online e ficar rica! kkk

Cambaxirra said...

Eu te acho perfeitamente normal, dada a natureza do teu trabalho. Não acho que você tenha se tornado um ser humano piorado, não.

Lari e Dé said...

tbém acho que vc não se tornou pior.
Veja bem, eu não escuto problemas graves o dia inteiro (eu resolvo. os meus. mas não são problemas graves, são pepinos) e mesmo assim morro de preguiça de ouvir os meus amigos.
eu sim, sou má =/

Blog Archive