Total Pageviews

Sunday, April 15, 2012

Algo que não sei se comerei novamente: trufa




Bom, na minha viagem a SP eu andei comprando algumas coisas, como de costume são coisas relacionadas a comida e culinária, e cometi um leve escorregão.
Há anos uso o azeite trufado e fico maravilhada com o seu odor pungente e sabor tão ímpar, e sempre fico olhando o vidro já no final e me perguntando: como é que posso fazer para tirar essas míseras lasquinhas de trufas do fundo?
Lá no Mercado Municipal, enquanto eu esperava meu atendente pesar minha farinha de amêndoas, olhava o vidro com a trufa dentro, concluindo rapidamente que jamais a compraria. Olhei o mel e o azeite trufados, e fiquei lamentando que não vendessem mel de trufas em nenhum lugar onde aceita meu vale alimentação. O moço voltou com a minha farinha; paguei, peguei a farinha e fui-me embora. Com o vidro na mão.
Ato falho ou não, já estava bem longe e com o mercado fechado quando realizei que havia cometido um furto de módicos R$94,00. Eu tinha uma trufa, e agora? Eu fui ladra, e agora?
Manchetes nos jornais: servidora pública federal que ganha R$700,00 ao mês de vale alimentação rouba comida no mercado municipal de SP!
Crianças, não façam isso em casa. Nem na rua.
Já de volta, de posse de meu objeto de desejo e de culpa, resolvi explorá-lo. Precisava de uma grande pesquisa, de entendê-la para além de seu sabor. Então abri o vidro, e aquele odor maravilhoso, meio ao fundo com um toque parece de gás de cozinha, me atingiu em cheio. Dominou a casa. Toquei na trufa, e vi-a dura, com a casca, aparentemente macia, ser seca. Cortei-a: recheio meio carnudo, mas dura. Não é bem como um cogumelo... É como uma trufa. Um cheiro e um gosto muito ao fundo de terra. Não como se tivesse terra nela. Como se ela fosse a própria terra, algumas horas.
Cortei-a, crua mesmo, em pedaços e misturei a essa massa com tomatinhos e manjericão. O sabor forte, pronunciado, quase não é bom. Mas é ótimo. Nunca vou esquecer. O vidro com o restante dela jaz na geladeira, e mesmo fechado seu cheiro se alastra. Ainda não sei que destino dou àquele resto. Precisa ser algo glorioso, como ela, e como o crime que cometi involuntariamente.
Não sei se comerei novamente; não roubaria em sã consciência, e muito menos pagaria R$94,00. Mas se alguém tiver dinheiro sobrando e não souber como gastar... Faça a experiência!

2 comments:

Luana said...

ladra de trufas! hehehehe

Eu nao sei se gosto... quando fiz em casa nao ficou tao bom, mas quando como em restaurantes normalmente eh otimo... Então...

Cristiano said...

R$ 94,00. Qtos kilos?

Blog Archive