Total Pageviews

Thursday, February 16, 2012

Convalescente

Devo ter citado por alto que meu pai foi submetido a uma cirurgia na coluna dias atrás. Ele ficou mais de 10 dias hospitalizado, e bastante fragilizado pelas dores e medicação. Então fazer a cirurgia foi um alívio. Sempre rimos lá em casa que ele não perde o apetite quando adoece - e dessa vez está tudo igual. Porém, no dia da cirurgia (marcada para as 13h) ele não podia comer nem beber nada desde as 00h da véspera. Requisitou um tal de lanche da meia noite servido pelo hospital, que era um iogurte, um sanduíche de pão de forma com uma foto de presunto - segundo ele, não dava para chamar de fatia, tamanha a finura...
Na manhã seguinte eu esperava com ele a hora de ir, e calculávamos o tempo de cirurgia, o tempo de retorno ao quarto e o tempo que ele levaria para poder comer. Em suas ilusões, às 18h já comeria novamente. Experiente na arte de cirurgia, alertei-o:
- Acho que não, hein... (lembrando de como vomitava no pós-cirurgico, efeito da anestesia)
- É né? Decerto só lá pelas 18h30.

Silenciei para não desapontá-lo logo de início, e quando eram 19h30 ele voltou ao quarto, bastante grogue mas de olhos abertos. Então o enfermeiro dizia:
- Sr. Raul, correu tudo bem, fique deitado, faça xixi no papagaio, comida só coisas leves como canja...

Ao que minha mãe anuiu com a cabeça e comentou:
- Vamos pedir uma sopa...

E meu pai antes de que acabasse a conversa, dormiu de novo. Aparentemente, dormiria o resto da noite. Humpf.
Eram 19h45 quando despertou ao som do telefone celular, abriu os olhos e perguntou nitidamente:
- Já chegou a sopa?

Aquela, que nós sequer havíamos pedido, pensando que ele não acordaria mais...

*********

Em casa, o ar-condicionado está ligado constantemente, devido ao calor mas também devido à paranóia do paciente. Sábado passado, chovia e estava um ventinho em Gothan no início da noite, enquanto ele dizia, embarafustando pela casa:
- Hoje vamos dormir no quarto, porque está um calor de louco!
- Só se for de louco, mesmo (respondi).

Minha mãe às lágrimas de tanto rir, pedia que eu passasse mais dias lá para responder as coisas certas na hora certa. Acho melhor não!

1 comment:

Luana said...

genteee! Papias com fome depois de uma cirurgia, acho digno! ;)

Blog Archive