Total Pageviews

Friday, January 11, 2008

Resultados da praia

Esqueci de relatar. Fomos então, eu e o querido. Preciso encontrar uma forma de denominá-lo; é um dos homens mais bonitos que já conheci pessoalmente. Tem um cabelo comprido e liso, na altura dos ombros (um que eu morro de inveja), um olho de um verde claríssimo e iluminado, e um sorriso de se derreter. Ele ainda é alto, e tem uns ombros largos, faz uma figura belíssima. O mais engraçado é que é meio tímido. Enquanto penso num pseudônimo a altura da beleza interna e externa do moço, sigo relatando os acontecidos.
Chegamos à praia de Ingleses no fim da manhã. Guarda sol, cadeirinha, e protetor solar. Aquele biquíni de cortininha que eu quis por que quis usar, sabe? Péssima idéia naquele tipo de arrebentação, ainda mais quando se sai com um companheiro cheio de querer fazer graça, te derrubar, dar caldos e coisas do gênero. Mergulhos, castelos de areia, latas de cerveja depois, vamos embora.
Eu à noite estava numa tonalidade camarão; ele, certamente, um pimentão. Apesar de o meu filtro solar mais fraco (eu de 15, ele de 30), e eu aparentar ser mais branca que ele, já tive notícias que não passa nada bem da pele.
Me indigno quando faço essas coisas desnecessárias. Se a gente tinha protetor, guarda-sol, por que é que esturricamos?
Me impressiono também com a rapidez que passou o tempo...

No comments:

Blog Archive