Total Pageviews

Wednesday, December 27, 2006

Hilário Brasil Varonil

Nós temos mais é que ser bolivarianistas. Quem não se pilhou com lágrimas nos olhos, quando, nos jornais se noticiou que nossos pobres companheiros de viagem, aqueles que usam o avião, ficaram todos bem paradinhos no aeroporto? Vigotsky, lá de sua colônia espiritual, certamente sorriu quando viu que as madames que nos criticam, nos chamam de baderneiros e vagabundos quando reclamamos das más condições de vida da população, invadiram as pistas de decolagem, colocaram as suas mãozinhas manicuradas nas cinturas ou a)fininhas cultivadas na musculação, ou b)arredondadas dos muitos pavês que comem com as amigas nos cafés da tarde, bateram os seus pézinhos tamanho 36 de sandálias da Arezzo protestando: Queremos decolar! queremos decolar! ?
É, negada, o que vocês pensam? A burguesia é muito guerreira!

Leituras de Férias

Eu, Karl e Leon.

O amor é uma abstração

Amor é uma merda. Esse ano eu vou virar de amarelo, por que ano que vem eu só quero saber de dinheiro.

A confirmação: sou gorda

Os velhos, os gringos e principalmente os homens das construções me assoviam. Como eles gostam de mulher portentosa e cheia de carnes, não há mais a menor dúvida. Sou uma gorda, uma terrível de uma gorda.

Presentes

Daí eu ganhei um relógio cheio de funções que eu ainda não consegui aprender a mexer, mas é à prova d'água, tem cronógrafo e essas coisas todas, e uns produtos de colocar no cabelo que custam caro pra caralho e eu andava bem necessitada.

Tuesday, December 26, 2006

Pior

Reportagens e mais reportagens sobre como desfiar o seu perú e aproveitar a ceia.

Natal

A ceia ainda persiste, e persistirá por vários dias. Afinal de contas, não há quem coma um perú recheado, uma galinha caipira ensopada, 12 discos de macarrão caseiro, uma travessa de maionese, de arroz à grega, de pavê, de mousse de maracujá e de salada de conservas tudo de uma vez só.
Eu acho que no Natal, com o calor senegalês que faz, no máximo se deveria comer bacalhau, e em quantidade decente, condizente com a quantidade de pessoas que ceará. Uma refeição de fácil digestão. Mas a ceia não é minha, então vamos à Ceia. Daqui a poucos dias, tem as sobras do Reveillon...

Wednesday, December 20, 2006

Meu Universo

Um amigo de uma amiga resolve me arrumar um esquema. Daí ela pede o orkut dele para umas análises mais profundas, né, e abre o álbum do cara. Eu estava sem óculos e a alguma distância, daí ela me mostra uma foto:
- Ó, até que é bonitinho.
- Eu prefiro o amigo dele!
Em tempo: o cara tinha tirado uma foto do lado de um pôster do Gianechini! E eu, ligeirona, sem óculos e de longe, escolhi o bofe!
...Cega, mas boba, não!
"Deus dá o frio conforme o cobertô"


João Gilberto - Saudosa Maloca.

A velha polêmica da bandeja na mesa da praça de alimentação

E o nego diz que não tira ela da mesa por que não quer tirar o emprego da tia. Eu te digo que eu recolho, e quero mais que esse emprego deixe de existir. Quero que a tia faça alguma coisa realmente produtiva, e não que fique lá reforçando a preguiça e a soberba de quem pode pagar. Mais dia, menos dia, vai ter nego pagando pra abanarem ele, que nem naqueles filmes de antigamente. Eu sou contra o sistema, e contra a preguiça. Se a pessoa é capaz de fazer as coisas dela, tem mais é que fazer. Ah, mas nesse meio-tempo, ela morre de fome. Ah, é. Só pra te situar, enquanto ela ganha um salário de semi-fome pra alimentar a tua preguiça e a tua soberba, tem mais de milhões de pessoas que morrem de fome. Isso não te incomoda?

Saturday, December 16, 2006

Meu novo trampo

Agora que já deu certo, posso contar tu-do. Passei direitinho na minha experiência na Capetaria Porto Seguro. Trabalho cobrindo as folgas de 5 pessoas, o que dá uns 4 dias por semana, e uns R$500,00 por mês. Eu deveria estar no caixa, mas hoje fiquei aprendendo as receitas das coisas, a mexer a coqueteleira, etc. Cheguei às 18:00h, saí às 2:00h. Foi extremamente divertido. O garoto que me treinou disse que sou boa promessa pra primeiro dia. Amanhã estou de "folga", ou os outros não estão. Feliz, feliz, feliz!!!

2006

Eu falei mais a verdade. Eu comecei a ir numa psicóloga. Eu comecei a militar mais seriamente. Eu desisti por três meses, mas não resisti. Eu li Marx. Eu arrumei um emprego. Eu conheci um país. Eu voltei a tocar violão, e criei músicas. Eu voltei a nadar, e me destaquei na função. Eu pintei o cabelo de mil cores. Eu fiz umas boas amigas. Eu encontrei um companheiro que me aceita como eu sou. Eu engordei 5kg. Eu aprendi a fazer pão, e iogurte. Eu dei mais ouvidos ao tal de rock 'n roll. Eu me apaixonei por The Cure. Eu li muitos livros. Eu comecei a passar filtro solar todos os dias.
E eu não tinha feito meta nenhuma. Se for analisar, eu superei todas as expectativas que eu mesma pudesse ter. 2006 valeu a pena por cada diazinho que eu levantei, saí e briguei. Cada sorrisinho que eu dei, cada choro, cada raiva, e cada gargalhada. Acho que é a primeira vez que eu posso dizer isso de boca cheia, mas esse ano eu vivi.

Emprego de Verão

Eu já vinha pensando há um tempão que precisava de um, além da grana, ter uma experiência de "escola da vida", sabe? Eu nunca fiz nada fora da Universidade. Achei que era necessário. Hoje à noite é a minha noite de experiência. Estou totalmente nervosa, pensando se vou ser muito lerda, se vou fazer tudo errado, se vou me cansar e chegar em casa reclamando feito uma velha da pressão...
Torçam por mim, sim?

Thursday, December 14, 2006

Eu voltei!

Só que sem ânimo de blogar. Mas estou em Floripa novamente, e a única viagem que devo fazer é para Joinville passar o Natal.

Blog Archive